Mioma Uterino - Dr. Eduardo Miyadahira

Ginecologia

Mioma Uterino

O mioma uterino, também conhecido como leiomioma uterino, fibroma ou fibromioma, é um tumor benigno formado a partir do músculo do útero. Pode crescer do lado de dentro ou de fora do órgão, sendo capaz de mudar o formato do útero enquanto se desenvolve.

É mais comum surgir entre os 40 e 50 anos de idade, com mais frequência em negras. Não é prejudicial à saúde, mas pode apresentar sintomas desconfortáveis. Afeta apenas mulheres em idade fértil.

Mioma Uterino

Existem seis tipos diferentes de miomas uterinos, classificados de acordo com sua localização. O mioma subseroso surge abaixo da camada externa do útero; os pediculados se conectam às paredes uterinas por meio de um cordão fino chamado pedículo, podendo aparecer no lado de dentro ou de fora do órgão; o intramural se encontra dentro da parede do útero; o submucoso tem o crescimento na parede interna do útero, abaixo do endométrio; o em parturição, muito raro, ocorre quando um mioma pediculado entra no canal cervical; o intraligamentar se encontra nos ligamentos entre os ovários, útero e as trompas; já o no colo do útero, como o nome diz, se localiza no colo do útero.

Não há causa identificada para o surgimento do mioma, porém existem influências hormonais como a progesterona e o estrogênio em seu crescimento. Na menopausa, quando os níveis hormonais diminuem, os miomas reduzem de tamanho até sumir. Já na gravidez, os miomas crescem devido a quantidade hormonal elevada.

Os fatores de risco que podem aumentar a chance de apresentar miomas uterinos são idade entre os 40 e 50 anos, ser negra, predisposição genética, primeira menstruação precoce, consumo abusivo de álcool, hipertensão e fazer uso de anticoncepcionais.

O mioma uterino muitas vezes não apresenta sintomas. Eles só são sintomáticos quando crescem e influenciam algo no útero. Entre os sinais apresentados, pode-se destacar a alteração no ciclo menstrual, sangramento, dor pélvica, volume abdominal, dor nas relações sexuais e até mesmo infertilidade e dor parecida com o trabalho de parto.

Dr. Eduardo Miyadahira

CRM-SP 120.256

Formado em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP), o Dr. Eduardo Miyadahira é Ginecologista e Obstetra titulado pela FEBRASGO e especialista em Reprodução Humana. Mestrado pela Faculdade de Medicina da USP com parceria da Michigan State University sobre o tema Endometriose.

Conheça sobre o Dr. Eduardo Miyadahira